1 de ago de 2010

Desafiando a gravidade

Com as mãos livres vou escrevendo desejos que por dias vem sendo raros dentro de mim. Não sou mais tão competente em descrever como o céu parece-me claro e revigorante, ou como o vento, por vezes, parece ter sabor de vida. Acredite, estou em colapso. Algo me falta. Talvez seja o tempo insuficiente, que voa e nada muda. Ou quem sabe, apenas a sensação insossa do corpo fechado. Não sou mais tão leve. Sou densa.

As regras do jogo não parecem ter sido feitas por mim. Mas estou aceitando os limites porque alguem me disse que era assim que deveria ser. E apesar de não suportar apostas, sei que joguei todas as cartas na esperança de acertar alguma, e receber o grande bônus de desafiar a gravidade. Permita-me, então, pular de cabeça. Mas não espere que eu vá de olhos fechados, porque desejo ver a queda, saber exatamente onde estou caindo. Esse é o maior desafio.

A verdade, meus caros, é dura e cruel. Sempre foi assim, o vencedor leva tudo e o perdedor apenas um aperto de mão.


Participem do Postagem Coletiva! Novo tema para o dia (04/08).

12 comentários:

Mila. disse...

Adorei o layout do blog, muito perfeito. A última frase do texto me emocionou e realmente, é a mais pura verdade ;/
http://iwill--be.blogspot.com/

gabriela m. disse...

o perdedor apenas um aperto de mão.

ahã.
sei bem como é.

obrigada pela visita ;)

anaa ' disse...

adorei o blog, *-*

Jacqueline Strada disse...

"Mas não espere que eu vá de olhos fechados, porque desejo ver a queda" Relmente essa parte me tocou!
Adorei seu blog *-*
bela escrita, beijos!

catraia disse...

muito obrigada :)

Por que você faz poema? disse...

Às vezes o perdedor não recebe sequer um aperto de mãos.

Sara Santos disse...

gostei :)

Vanessa Monique disse...

AMEI: "Permita-me, então, pular de cabeça. Mas não espere que eu vá de olhos fechados, porque desejo ver a queda, saber exatamente onde estou caindo. Esse é o maior desafio."
Tava inspirada hein?! Gostei mt.
:*

Maísa Guimarães disse...

ta gosteei dakii
e nem sempre ganahr o aperto de mao no final das contaas é o pior

Camila Mancio. disse...

amei o blog,

tudo tem um final e um recomeço.
um beijo, amei.

Maria Luisa disse...

O blog é lindo, desde o layout até as postagens, pois você escreve bem! Estou seguindo.
Bom, se der dá uma passadinha lá no meu blog !
bjs

Carolina Hermanas disse...

Porque na verdade tudo o que falta para voltar a descrever um dia claro é alguém que a ame *_*.

-



Beeijos :)

 

Blog Template by YummyLolly.com