1 de mai de 2010

Abrigo

Por vezes me enganei. Tantas outras fui enganada. A verdade é que me acostumei a contar histórias que partem de conclusões, e que se mantém em um ciclo infinito. Assim as experiências vão se privando de mim, os erros pegam distancia e o amor vira mito.

- As vezes me pergunto o que há de errado. - comentei com um suspiro.

- As coisas sempre estão erradas para você - falou cuidadoso - Quer dizer, você ainda não conseguiu ponderar o equilíbrio entre viver e sonhar. Confesso que a essa altura já perdi as esperanças que algum dia consiga fazê-lo.

- Não fale como se isso fosse defeito, é o que minha mente respira. Sonhos. - pensei. - eu só preciso de alguem que divida isso comigo...

- Como seu amigo devo lhe ser sincero. - continuou - Pouco seria para você alguem para dividir, porque eu sempre estive aqui e nunca fui o bastante. Você precisa de um abraço, melhor dizendo, um abrigo. Só assim você poderá se proteger do amor que explode dentro de ti.


"Um brilho intenso, um desejo, eu quero um beijo
Um beijo imenso, onde eu possa me afogar"
[Lisbela - Los Hermanos]

4 comentários:

Gabriela F. disse...

"Por vezes me enganei.", acho que quando nos iludimos por nós mesmos geramos o pior tipo de ilusão que possa existir!
ah, adorei*-*
:*

Rodolpho Padovani disse...

"Só assim você poderá se proteger do amor que explode dentro de ti." Ah, extravasa esse amor, num tenta manter ele sempre ai dentro naum =)
bjs...

@l.a disse...

ah , estava afastada por um tempo . minha vida está tão corrida que mal tenho tempo pra escrever no blog :(
mais postei uma coisinha lá hoje . ah , estou tentando te seguir , mais tá dando um erro . estou avisando porque pode ser do template esse erro . :)
ps : vs é incrivel , seus textos mais ainda !
liberte esse amor , que ele sera mais feliz . ^^,

beijos;*

renata carneiro disse...

a gente quer o que é de mais intenso!

beijo

 

Blog Template by YummyLolly.com